Bem vindo ao blog da Torcida Verde Montijo, fundado a 21 de Março de 2010

domingo, 6 de novembro de 2011

Vaslui 1-0 SPORTING

Na 4ª jornada da presente edição da Liga Europa, o futebol leoniono deslocou-se á Roménia com o apuramento já assegurado.
Na Torcida Verde depois da histórica deslocação a Zurique, esta transferta ao pais dos Cárpatos será por certo uma marco inesquecível na qual as bandeiras e os estandartes não faltaram numa verdadeira saga em prol do ideal de Francisco Stromp e seus pares.
O gélido tempo talvez tenha condicionado a exibição do onze verde e branco que congelou num estádio praticamente dentro de um belíssimo lago.
O primeiro revês europeu do futebol leonino ficou ainda marcado pela arrepiante lesão do argentino Rinaudo, numa jornada que jogadores e adeptos terão de superar já no domingo com o União de Leiria.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Feirense 0-2 SPORTING

Pela 2ª vez na presente época o futebol leonino deslocou-se a Aveiro, desta vez par defrontar o Feirense. Esta era uma deslocação que se previa complicada dado o bom futebol praticado pela equipa de Vila da Feira. Mobilização foi uma vez mais uma batalha que na Torcida Verde travámos no sentido de potenciar o apoio ao onze liderado por Domingos Paciência.
Infelizmente o bom momento leonino foi aproveitado para inflacionar, uma vez mais o preço dos bilhetes. Dos 10 euros relativos aos 120 ingressos adquiridos no SCP, deparámo-nos com uns inacreditáveis 20 euros, e depois 30 euros(!!!) para adquirirmos as restantes dezenas de ingressos em falta. O sector era o mesmo.
Por outro lado as arquibancadas estavam encerradas, deixando evidenciar o clássico jogo da procura e da oferta. Desta forma, os adeptos que não tiveram oportunidade de adquirir os ingressos atempadamente tiveram de se sujeitar a um verdadeiro leilão que começou nos 10 euros e terminou nos 30 euros. Eis mais uma exibição do auto proclamado futebol negócio.
Embora condicionados por um episódio surpreendente, na entrada da equipe leonina erguemos um grande leão com um diâmetro de 15 metros. Esta megabandeira catapultou adeptos e futebolistas para nova vitória que teve um sabor a laranja graças aos golos dos novos recrutas holandeses (Wolfswinkel aos 64m e Schaars aos 76m).
Em Aveiro assistimos a mais uma jornada em que o apoio ao Sporting foi uma constante ao logo de todo o encontro.
Destaque também para nova intervenção da Torcida Verde em relação ao futebol negócio e à passividade da generalidade dos adeptos/consumidores, retratados ironicamente como "adeptos" perfeitos. A imagem é reveladora…

terça-feira, 25 de outubro de 2011

SPORTING 6-1 Gil Vicente

No reinício da principal competição futebolística nacional, o SCP recebeu e goleou o onze treinado pelo ex-atleta leonino Paulo Alves por 6-1.
Num jogo disputado numa 2ª feira, pela 20h15m, mais de 30000 leões marcaram presença em Alvalade numa manifestação de entusiasmo reforçada.
Na Torcida Verde procurámos estar á altura do momento com a apresentação de uma novíssima megabandeira com 18ms por 15ms, para além de uma original faixa que teve a sua estreia numa jornada tão profícua. Uma noite em que o apoio da nossa Curva esteve à altura dos futebolistas verde e brancos.
Na 2ª parte não deixámos de intervir com a apresentação da frase "Se não vens ao estádio... liga a rádio", acompanhada de um estandarte onde estava representado um adepto ligado na rádio. Relembrar os velhos tempos dos relatos via rádio, mas também uma forma de resistência activa à ditadura da Pay TV.
Esta vitória avassaladora, a nona consecutiva, premeia a fidelidade dos adeptos que acompanham e apoiam o Sporting de forma incondicional.

domingo, 23 de outubro de 2011

SPORTING 2-0 Vaslui

Foi este o mote da coreografia que apresentámos numa jornada europeia que ficará na nossa história: o SCP foi o primeiro clube a apurar-se nos novos moldes da Liga Europa.
Um encontro marcado por uma vitória tranquila sobre o Vaslui, que poderia ter atingido outros números, tal foi a superioridade verde e branca sobre o onze romeno.
Na nossa curva apresentámos ainda uma outra mega bandeira onde se encontravam os 5 símbolos do SCP, aquando do início do 2º tempo, dando corpo a um apoio constante e vibrante ao longo desta jornada que terminou vitoriosa com golos de Evaldo e Matias Fernandez.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Famalicão 0-2 SPORTING

A participação do SCP na presente edição da Taça de Portugal decorreu em Famalicão, perante o clube local. O Sporting voltou a esta cidade 21 anos depois da vitória para o então campeonato nacional nos tempos de Luisinho, Douglas, Gomes, Ivkovic, Venâncio, Filipe, Cadete entre tantos outros, numa deslocação participada pela Torcida Verde.
A última deslocação a Famalicão também para a Taça foi já neste milénio, numa jornada disputada numa 4ª feira em que a nossa presença ficou encalhada em Leiria, vitimados por uma avaria no transporte o que nos levou até ao núcleo ao SCP da cidade Liz que nos acolheu naquele momento tão desafortunado.
Tanto tempo depois, foi com surpresa que revivemos a particularidade do sector visitante do Estádio Municipal de Famalicão. Continua a alojar os adeptos num verdadeiro baldio misto de erva e terra batida.
Uma inusitada dificuldade em adquirir os ingressos, apenas superada graças ao esforço e dedicação que exigiu a deslocação à sede do FC Famalicão, na véspera do jogo, para adquirirmos os necessários 75 ingressos. Este foi um episódio exemplar com grande sentido colectivo, protagonizado pela militância Tor Ver da capital do Minho.
O jogo disputou-se num Estádio que teve lotação esgotada. Um facto digno de registo por se tratar de um clube a militar nas divisões secundárias. A afluência do povo verde e branco ao Municipal de Famalicão tornou possível que esta fosse uma verdadeira jornada da Taça de Portugal, fazendo jus à "Festa do Futebol".
Após uma primeira parte inconsequente, o onze de Domingos Paciência "rugiu" no 2º período, conquistando uma vitória tranquila com dois golos sem resposta. Desta forma a presença do SCP está assegurada para a próxima eliminatória.

domingo, 9 de outubro de 2011

SPORTING 26-24 tripeiros - Andebol

O Andebol leonino viveu uma importante jornada no último Sábado, conquistando uma merecida vitória sobre o Porto por 26-24.
Uma entrada em grande estilo terá sido determinante para ganhar fôlego perante o actual campeão nacional.
Sempre muito apoiados pelos ultras presentes no pavilhão municipal de Loures (casa emprestada), os andebolistas verde e brancos tiveram momentos de grande fulgor conquistando uma vantagem que se cifrou em 5 golos.
Uma inaudita quebra de concentração equilibrou uma partida em que os leões demonstraram ser nitidamente superiores.
No final a habitual saudação dos andebolistas leoninos à nossa curva foi um justo tributo aos adeptos fiéis ao ideal leonino que tem no ecletismo um valor absolutamente fundamental.
Uma grande jornada para o Andebol, o ecletismo e os adeptos que, como nós, apoiaram o Sporting ao longo de todo o jogo!

sábado, 8 de outubro de 2011

SPORTING 5-0 Boavista - Futsal

O regresso do Futsal do Boavista à principal competição da modalidade na nova época é um facto digno de registo.
Em Loures o cinco leonino recebeu e cilindrou o seu congénere da Invicta graças a uma exibição que teve momentos de grande fulgor. Desta forma, os leões continuam na liderança, repartida, da primeira Liga da modalidade.
Alinharam e marcaram pelo Sporting: Cristiano, Paulinho (1), João Matos, Alex, Déo (1), Pedro Cary, Djo, André (1), Marcelinho, Caio e Buiu (2).
Uma bela vitória que uma vez mais contou com a presença da Torcida Verde nas bancadas do Pavilhão Paz e Amizade.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Vit. Guimarães 0-1 SPORTING

Após a belíssima jornada europeia de 5ª feira, a Torcida Verde mobilizou-se para a deslocação a Guimarães.
A deslocação ao berço de Portugal é sempre turbulenta e esta não foi excepção. Desta vez o nosso autocarro sofreu diversos apedrejamentos, principalmente no final do jogo, do qual resultou um vidro partido. Felizmente não se registaram feridos de um acto tão vil como cobarde.
Quanto ao jogo, pode dizer-se que a excelente entrada do onze leonino foi determinante. Um golo de Diego Capel aos 7 minutos colocou os adeptos verde e brancos em êxtase.
A expulsão do argentino Rinaudo deixou o Sporting a jogar com 10 futebolistas, o que pôs á prova uma vez mais o espírito de entrega deste novo colectivo Sportinguista. Da curva contudo emergiu o 11º jogador, tal o apoio incessante ao nosso Sporting.
Uma vitória muito prometedora, a 6ª seguida, que não pode servir para euforias exacerbadas, tanto mais que os verdadeiros adeptos verde e brancos devem estar conscientes dos obstáculos adicionais que se irão abater sobre os Leões. A expulsão de domingo deve ser mais um alerta. Na Torcida Verde estamos plenamente conscientes desta putrefacta conjuntura que (do)mina o futebol nacional desde há décadas.
Foi com essa consciência que, uma vez mais, intervimos na denúncia do famigerado sistema e de seus tentáculos que em boa verdade têm sido interpretados pelos principais órgãos do Futebol luso.
No inicio do 2º tempo apresentámos a frase "system brothers". Mais acima um estandarte onde se apresentavam os irmãos "Dupond(t)" cada qual representando a Liga e a Federação.
Ao longo dos 90 minutos, inúmeras bandeiras e estandartes coloriram o nosso sector, completando o apoio vocal incessante.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

SPORTING 2-1 Lazio

Na Torcida Verde esta jornada iniciou-se pelas 9 da manhã dando seguimento ao desafio que nos foi lançado pelo clube no sentido de nos mobilizarmos para a implementação de uma coreografia que coloriu o estádio José Alvalade.
Foi com inegável sentido de missão que participámos na colocação dos plásticos verdes e brancos em grande parte das bancadas do nosso estádio. Primeiro na bancada A da curva norte, logo depois na bancada B da mesma bancada, de onde seguimos para a bancada central da mesma bancada B. Um forcing final permitiu-nos dar o contributo na conclusão desta mega coreografia, intervindo na outra bancada central, sempre na B.
Nesta iniciativa as dezenas de voluntários da Torcida Verde viveram, juntamente com outros Sportinguistas, uma jornada de pura militância clubista.
O impacto da coreografia aquando da entrada do onze verde e branco foi a grande recompensa pelo labor desenvolvido.
Neste sentido na Torcida Verde optámos por não apresentar qualquer "Tifo" capaz de colidir com a megacoreografia implementada ao longo do dia. De qualquer maneira no início do 2º tempo uma nova megabandeira cobriu todo o sector da Torcida Verde.
Todo este ambiente festivo contribuiu para a excelente prestação e vitória leonina. Uma vitória que reeditou grandes noites europeias do nosso futebol.
As condições desfavoráveis, resultado da expulsão de Insua, exigiram uma grande tenacidade dos futebolistas verde e brancos, sempre acompanhados pelos adeptos que desta vez estiveram à altura do momento, nunca deixando de se unir aos profissionais leoninos que nesta jornada souberam ser dignos.
Uma grande vitória que abre a porta à presença do SCP nos oitavos de final desta competição e renova o ânimo da massa adepta.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

SPORTING 4-4 lampiões - Futsal

Menos de 24 horas sobre a contundem vitória do Futebol profissional, o Futsal verde e branco defrontou o eterno rival no Pavilhão Municipal de Loures.
Um ambiente de grande euforia, participado pela Torcida Verde, recebeu o cinco de Orlando Duarte.
A vantagem Sportinguista registada ao intervalo, correspondia a um claro ascendente.
No início do 2º tempo a vantagem seria ampliada por duas ocasiões. Com o resultado em 4-2, os 3 pontos pareciam não escapar.
Infelizmente o resultado final seria um empate a 4 golos, não traduzindo o ascendente leonino ao longo da maior parte do jogo.
Foi um resultado injusto para a superioridade verde e branca, mas também para o apoio incessante dos adeptos sportinguistas.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

SPORTING 3-0 Vit. Setúbal


O Futebol profissional do SCP conquistou a sua 4ª vitória consecutiva,3ª para o campeonato graças a uma vitória perante o Vitória de Setúbal por 3-0.
Uma entrada de leão com três golos sucessivos por Schaars (2’) e Wolfswinkel (7’ e 14’), criou um ambiente de euforia na massa adepta verde e branca.
Terá sido um prémio para todas as 34000 pessoas que estiveram em Alvalade, ansiosas pela colagem do Sporting ao topo da classificação, algo impensável há semanas atrás.
Na Torcida Verde, saudámos a principal equipa do SCP com um mar de estandartes e bandeiras que lotaram toda a curva.
Na entrada para o 2º tempo foi aberto um escudo com a data da fundação da Tor Ver - "84".
Esta foi uma vitória retemperadora rumo a novas conquistas.


sábado, 24 de setembro de 2011

Rio Ave 2-3 SPORTING


A deslocação a Vila do Conde encerrou um ciclo de 3 deslocações sucessivas do futebol leonino, superando 4600 quilómetros em pouco mais de uma semana.
Paços de Ferreira, Zurique e finalmente Vila do Conde exigiram da militância da Torcida Verde um indomável amor à camisola num momento particularmente complicado do futebol do clube após a derrota caseira com o Marítimo.
A deslocação a Vila do Conde que decorreu em novo horário intragável, 2ª feira às 21.15,deu continuidade á mentalidade intrépida que caracteriza a Torcida Verde e que teve expressão nos 70 adeptos presentes no apoio ao SCP.
Uma vitória fundamental para o Futebol verde e branco que premiou todos os nossos adeptos que desde o Algarve a Bragança deram corpo a uma presença que dignificou a Torcida Verde.
Os golos madrugadores dos reforços holandeses faziam prever um jogo mais fácil o que não se verificaria com os locais a alcançarem o empate que seria desfeito num excelente golo do reforço de origem nigeriana, graças ao seu invulgar poder de impulsão.

Foram 3 vitórias sucessivas que parecem indiciar o alvor de um novo ciclo neste início de época trepidante.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Zürich 0-2 SPORTING


A segunda presença "europeia" da Torcida Verde na presente época, ficou mais uma vez marcada pela grande presença dos Ultras Viola! Está jornada teve como destaque a exibição da primeira faixa do novo grupo emergente na Curva Fiesole designada por "GATE 08 NON TESSERATO". Tal como no passado dia 11 de Setembro, este será mais um episódio histórico para a Torcida Verde e para o movimento ultra em Firenze. Uma jornada de puro internacionalismo ultra que teve vários pontos altos durante todo o dia!
A Torcida Verde apresentou-se massivamente no estádio LETZIGRUND, com a presença do núcleo da Suíça em força. Uma secção de Zurick e outra de vinda Lousanne que contribuíram juntamente com a malta de Lisboa e os nossos "fratelli viola" um belo colorido na curva durante todo o jogo!
Esta também foi ocasião para apresentarmos no início do jogo a nova bandeira de amizade com os ultras viola, improvisando um tifo no momento acompanhado por um mar de bandeiras de ambas as cores.
A Jornada histórica vivida com os ultras viola prolongou-se pela noite dentro num bar português nas imediações do estádio com um grande convívio, muita cerveja e cânticos à mistura, no qual não faltou as míticas conversas sobre o movimento ultra!
Fica também um grande agradecimento aos nossos companheiros da Suíça, que nos receberam de forma inigualável durante os três dias!

Mais uma grande deslocação da Torcida Verde com milhares de quilómetros percorridos na vanguarda do ideal leonino!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

P. Ferreira 2-3 SPORTING


A deslocação a Paços de Ferreira na 4ª jornada da principal competição futebolística nacional afigurava-se complicada.
Neste contexto a mobilização da Torcida Verde em torno do apoio ao SCP foi uma vez mais uma realidade inequívoca bem patente na frase "Amor á camisola!" enquadrada por inúmeros estandartes e bandeiras.
O início do jogo traria novo revés para os adeptos verde e brancos, graças a um golo sofrido no seguimento da marcação de uma eventual falta que decorreu de um "atraso de bola" a Rui Patrício. Uma forte contrariedade, aos 4 minutos de jogo para uma equipe flagelada por tantas contrariedades neste início de época. Da curva o apoio manteve acesa a chama da vitória.
No início do 2º tempo e após uma alteração no onze leonino, surgiu novo golo dos locais. Um verdadeiro balde de água gelada!
Após um período de letargia da massa adepta, surgiriam os tristemente habituais cânticos de desagrado.
O primeiro tento do onze de Domingos Paciência, aos 74’, veio premiar o inconformismo da Tor Ver que poucos instantes antes, soltaria de forma intrépida cânticos de apoio ao ideal de Francisco Stromp.
Com o tento do empate aos 77’, os adeptos presentes na Mata Real despertaram, levando a equipa a um triunfo (golo obtido aos 82’), tido como impossível poucos minutos antes!

Esta jornada foi mais uma grande lição para os adeptos e jogadores. Para estes, o mérito de terem lutado até ao fim do jogo acreditando numa reviravolta do resultado. Para os adeptos, este jogo terá sido também uma grande lição.
O apoio ao SCP é algo que nos 90 minutos deve ser incondicional, independentemente do resultado.
Como 12º jogador devemos cumprir a nossa parte, incentivando os 11 profissionais do nosso Clube para que possam cumprir a sua parte: conquistar os melhores desempenhos para o SCP. Se tal ocorrer, não será possível, nos maus momentos vermos adeptos insurgirem-se contra os jogadores para logo de seguida exultarem com os seus golos redentores.
Esta deslocação à capital do móvel foi uma grande lição para todos.

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

SPORTING 2-3 Marítimo


Apenas 3 dias depois da vitória para a Liga Europa, a Torcida Verde mobilizou-se para mais uma jornada de apoio ao SCP. A 3ª jornada levou os insulares do Marítimo até Alvalade.
Na entrada do onze leonino um verdadeiro mar de bandeiras coloriu o nosso secTOR que recebeu os futebolistas verde e brancos num clima de grande entusiasmo.
Aos 30 minutos a nossa curva não esqueceu o enésimo episódio em torno da "arbitragem", com a frase "árbitros do sistema... escravos do futebol negócio".
No início do 2º tempo uma bandeira com 12 metros por 12 metros com o histórico Leão Tor Ver "gritava"... "Os leões não usam trela". Uma frase que se enquadra na postura intrépida que o SCP vem ostentado ao longo das últimas décadas relativamente ao famigerado "sistema".
Dentro das 4 linhas os futebolistas liderados por Domingos não conseguiram superar as dificuldades, cedendo os 3 pontos a um opositor sofrível.
Desta jornada será importante destacar as declarações do técnico Domingos Paciência, numa demonstração de grande profissionalismo e humildade pouco habituais no panorama nacional. Oxalá tais declarações surtam o efeito desejado no plantel leonino.
Importante também o apoio oferecido ao longo do encontro pela militância Tor Ver.
Infelizmente o momento do Futebol não será o melhor pelo que se exige de todos(as) uma atitude de apoio incondicional em torno da equipe, enquanto entidade representante do nosso grande Sporting.
 Hoje e Sempre… SCP1906!

sábado, 27 de agosto de 2011

SPORTING 2-1 Nordsjælland


Foi com mais um tifo que a Torcida Verde recebeu o onze leonino no jogo frente aos dinamarqueses do Nordsjaelland. Uma coreografia fruto do esforço colectivo Tor Ver.
Após os dois nulos de Farum e de Aveiro, os verdadeiros adeptos sportinguistas estavam conscientes da importância deste jogo.
Tratou-se de uma partida marcada pela série de oportunidades desperdiçadas pelos futebolistas leoninos.
Os golos de André Santos e de Edvaldo aliviaram um clima de evidente pressão que parecia abater-se sobre jogadores e adeptos.
Para os futebolistas a solução passa por acertar com a baliza; para os verdadeiros adeptos o único caminho será apoiar o Clube durante os 90 minutos.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Sorteio Fase de Grupos Liga Europa 2011/2012

O Sporting tem como adversários no Grupo D da Liga Europa os Italianos da Lazio, os Suíços do FC Zürich e os Romenos do FC Vaslui.
A fase de grupos vai arrancar a 15 de Setembro e termina a 14 de Dezembro. Os primeiros dois classificados de cada agrupamento seguem para a próxima fase da prova.

Fica aqui o calendário:

FC Zürich 15/09 Sporting
Sporting 29/09 Lazio
                Sporting 20/10  FC Vaslui
    FC Vaslui 03/11 Sporting
    Sporting 01/12 FC Zürich
Lazio 14/12 Sporting

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Beira-Mar 0-0 SPORTING


Numa jornada disputada em horas decentes, 18h15 de Domingo, possibilitando uma excelente presença dos adeptos verde e brancos em Aveiro, a equipe leonina adiou o arranque da onda verde para a mobilização da massa adepta.
Uma série de oportunidades desperdiçadas de forma inglória resultou num nulo para todos os que se deslocaram a Aveiro. Um desperdício!
Um desperdício também porque a vitória seria a melhor resposta às manobras operadas fora das quatro linhas pelos donos da bola que dominam os bastidores do Futebol em Portugal.
Seria uma resposta dada dentro das quatro linhas ao famigerado sistema que nos dias que antecederam a deslocação a Aveiro deu inequívocas provas de vitalidade, com a recusa corporativa da "classe" da arbitragem em marcar presença no jogo do SCP no jogo.
Mais uma cena grotesca deste afamado futebol negócio de que se esperam novos episódios do mesmo calibre.
A presença da Torcida Verde na terra dos moliceiros, procurou uma vez mais contribuir para a vitoria nas quatro linhas, ainda que condicionados pela demora na aquisição dos bilhetes para cerca de duas centenas de adeptos e também pela inexplicável impossibilidade de colocação da faixa principal por imperativos comerciais. Esta última situação teve a natural resposta dos ultras presentes que contrariaram essa decisão.
A caótica entrada não ajudou na concentração do apoio num episódio a não esquecer. Ainda assim não faltaram as bandeiras, os estandartes, os cânticos e a frase "SCP1906, a nossa Bandeira" com uma bandeira de 10ms por 10ms.
Estamos na 2ª jornada da nova época. Não se ganham nem se perdem títulos numa prova que é uma maratona para os futebolistas e também para os adeptos!
Quinta-feira, pelas 21h15, todos a Alvalade para a Liga Europa!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Nordsjælland 0-0 SPORTING


A Torcida Verde esteve presente na Dinamarca pela 3ª vez no espaço de um ano. Uma demonstração de fidelidade ao grande SCP que resulta de um enorme esforço colectivo e individual dos militantes Tor Ver.
Desta vez a visita ao terreno do Nordsjaelland registou um nulo no marcador, o que não compromete as aspirações dos adeptos verde e brancos que querem ver os leões em nova edição da Liga Europa.
Vamos acreditar que a equipa liderada por Domingos Paciência vai encontrar o caminho das vitórias já nem Aveiro, o que seria um bom tónico para a 2ª mão da competição, a realizar na próxima 5ª feira em Alvalade.

domingo, 14 de agosto de 2011

SPORTING 1-1 Olhanense


O Estádio José Alvalade recebeu o primeiro jogo da nova época com mais de 35000 adeptos presentes. A filial nº4 do Sporting visitou-nos num embate que se previa complicado para a nova equipe orientada por Domingos Paciência.
Numa nova Curva esgotada, a Torcida Verde saudou o plantel verde e branco com a frase "Alvalade, aqui manda o Leão". A frase foi completada com uma novíssima bandeira com o logótipo do SCP (10ms por 10ms), adaptada às novas dimensões do sector. A habituais bandeiras e estandartes, que ao logo dos 90 minutos nunca se “calaram”, completaram o cenário de apoio ao SCP.
Esta foi uma jornada em que o principal protagonista foi a equipa de arbitragem com decisões na linha do que vem acontecendo incessantemente ao longo das últimas décadas.
A lamentável exibição do trio de árbitros vem dar consistência a luta da Tor Ver na denuncia do famigerado sistema. Uma luta que é um dever de todos os adeptos leoninos e de todas as cores, a bem do desporto rei. Infelizmente a clubite exasperada divide os adeptos, ávidos das vitórias a todo o custo. Não será tempo do Estado intervir no Futebol? Como aconteceu em países tidos como referência. Alemanha, Inglaterra, Itália e Espanha, com alguns clubes históricos fortemente punidos. Perca de pontos, descidas de escalão e proibição de inscrição de jogadores. Em Portugal continua a acreditar-se na autoregeneração da "famiglia" do futebol profissional...
Uma jornada amarga em que se salvou a boa atitude dos futebolistas verde e brancos e o golo de Izmailov aos 77 minutos.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

SPORTING 0-3 VALÊNCIA: NÃO AO DERROTISMO!

A eufórica pré época futebolística 2011/12 após o estágio na Holanda e a vitória sobre a Juventus provocou uma enchente no Estádio José Alvalade,com cerca de 50000 adeptos ansiosos por vêr em acção o novo onze de Domingos Paciência.
Uma enchente é sempre de saudar, ainda que se tratasse de um típico jogo de treino,o qual os verdadeiros adeptos verde e brancos deveriam encarar  como uma festa independentemente do resultado.
Infelizmente o resultado não foi o melhor, mas pior terá sido a reacção de alguns "adeptos" que saudaram a exibição do novo onze com um coro de assobios.
No mínimo ridículo, tanto mais que seriam os mesmos a alinhar entusiasticamente nos cânticos entoados "pelos mesmos de sempre".Aqueles que estão sempre com o SCP independentemente dos actores de circunstância.
Este comportamento foi sem duvida uma mau sinal... muito mais grave que o resultado negativo perante o Valência. Falta de cultura desportiva? Pior, falta de cultura Sportinguista!
No resto destaque para a mudança de sector da Torcida Verde,deslocando-se dois sectores,agora situada na Superior Norte.
Neste primeiro jogo foram visíveis naturais dificuldades de adaptação agravadas pelo facto das condições previstas ainda não estarem a funcionar.Ainda assim registámos uma curva completamente esgotada.

Nota ainda para a apresentação do leão "sonho" aos adeptos presentes no Estádio,uma excelente iniciativa na linha da era de Jorge Gonçalves em 1988/89 com evidente sucesso na mobilização popular dos adeptos Sportinguistas.Também foi nesse sentido que a apresentação do plantel foi colorido com a presença de 3 bandeiras da Torcida Verde no relvado.
Uma jornada de grande mobilização que deve ter continuidade,independentemente do resultado que não deve desmobilizar os adeptos de adquirirem os seus lugares anuais no apoio ao SCP.
SCP 1906, hoje e Sempre!

sexta-feira, 22 de julho de 2011

TORCIDA VERDE NUM NOVO SECTOR

Como será do conhecimento público, o Conselho Directivo do SCP manifestou a intenção de redimensionar o posicionamento dos três Grupos de adeptos organizados (GOA) do Clube invocando razões de segurança. O objectivo é igualmente antecipar aquilo que irá suceder a nível nacional na época de 2012/2013 nos estádios de futebol da LPF, na qual nos foi descrito um cenário em que exigirá o isolamento dos GOA dos restantes adeptos.
Foram-nos apresentadas versões que apontavam para a localização Superior Sul e posteriormente para a Superior Norte, invocando as mesmas razões de segurança num projecto que envolvia um novo reposicionamento dos três GOA.
Após diversas reviravoltas, foi-nos comunicado que a Torcida Verde irá ocupar os sectores A19 e A21, saindo do sector vizinho A23.
Esta é uma nova conjuntura que exige uma nova abordagem dos diversos agentes intervenientes.
Pela parte da Torcida Verde assumimos as responsabilidades inerentes à nossa acção da mesma forma que esperamos que os outros intervenientes assumam as suas.
Esperamos estar à altura desta nova conjuntura, conscientes que o tempo avaliará o alcance e as consequências desta decisão.
Encaramos esta mudança de Sector como um novo desafio que abraçaremos com a nossa identidade, sempre com a firmeza das nossas convicções, a bem do SCP e do seu sucesso sócio desportivo como a maior potência desportiva nacional.
Histórico Sector A23

sexta-feira, 1 de julho de 2011

SPORTING COMEMORA O SEU 105º ANIVERSÁRIO

Foi no dia 1 Julho de 1906 que o SCP iniciou um rumo impar e pioneiro no panorama sócio desportivo nacional. Um rumo que transformaria o Sporting na maior potência desportiva nacional. Uma conquista que todos os adeptos têm o dever de preservar e desenvolver como o maior património da instituição verde e branca.
Nesta data todos os sócios e simpatizantes leoninos estão de parabéns, orgulhosos de pertencerem ao Sporting Clube de Portugal, sempre com o lema “Esforço, Dedicação, Devoção e Glória".
Hoje e Sempre, Sporting 1906!

terça-feira, 21 de junho de 2011

SPORTING BI-CAMPEÃO NACIONAL DE FUTSAL!

Depois da dupla vitória do último fim-de-semana, o Futsal do SCP necessitava de mais uma vitória para renovar o título máximo.
 Foi num ambiente de grande fervor clubista que o cinco de Orlando Duarte foi recebido no pavilhão de Loures, casa emprestada doa modalidade ao longo da última década. Apesar de um inicio de jogo desastroso, consentindo uma desvantagem de 0-3,para o qual contribuiu a clara estratégia do opositor nas "picardias",paragens de jogo cortando o superior ritmo de jogo leonino.
A expulsão de Divanei que desta forma se despediu "ingloriamente" do Clube, foi o exemplo máximo duma estratégia que seria superada graças ao empenho dos atletas verde e brancos, estimulados pelo apoio das bancadas que se manteve sempre em alto nível.
A trepidante viragem no marcador iniciou-se ainda no primeiro tempo, continuando no 2º tempo colocando o resultado no final do tempo regulamentar em 3-3.
No período complementar, confirmou-se a superioridade do cinco verde e branco, conquistando uma vitória por 5-4 para gáudio dos adeptos presentes do pavilhão paz e amizade na cidade de Loures.
Esta foi mais uma conquista do ecletismo do SCP que desta forma deu uma saborosa conquista aos seus inúmeros adeptos espalhados pelos 4 cantos do mundo.
A Torcida Verde participou uma vez mais numa jornada de reafirmação da vertente eclética do SCP, como o tem feito ao longo de toda a época.
A defesa do ideal Leonino ganha grande impacto mediático com estas vitórias. São vitórias importantes para reafirmar de forma inequívoca a importância das modalidades, e também para combater o processo de esvaziamento que foi sujeito ao longo de demasiado tempo, conforme demonstra a inenarrável ausência de um pavilhão.
Que esta vitória seja mais um estimulo para a edificação do almejado pavilhão e para o reforço da aposta nas modalidades.

domingo, 19 de junho de 2011

terça-feira, 14 de junho de 2011

Sábado e Domingo na Luz com Dupla Vitória!

Este foi um fim-de-semana integralmente dedicado ao apoio ao Futsal leonino que iniciou na luz a defesa do título conquistado na última época.
No Sábado pelas 16h30 realizou-se o primeiro embate que seria decidido nos instantes finais da contenda. Uma épica recuperação do cinco de Orlando Duarte que marcou dois golos no último minuto, colocando o resultado final em 4-4.
O prolongamento não modificou o resultado, pelo que o recurso aos"penaltys" seria determinante para repor justiça no marcador final. Uma vitória por 7- 4 que levou ao rubro os adeptos verde e brancos presentes naquela jornada inesquecível.
Animados pela jornada da véspera, nova mobilização no Domingo para um embate não menos emocionante. O jogo foi decidido mais uma vez nos instantes finais, desta feita no tempo regulamentar.
Uma vitória por 4-2 colocou o cinco leonino em boas condições para reconquistar o título nacional.
A jornada dupla do Futsal foi também uma vitória indiscutível dos adeptos presentes nas deslocações, incansáveis no apoio às cores verde e brancas.
Uma vez mais a Torcida Verde marcou presença, apesar das limitações do acesso a ingressos. O colectivo Tor Ver contribuiu para a dinâmica da "Curva SCP", reforçado com o sector com o habitual colorido das suas bandeiras e estandartes.
Foram duas excelentes vitórias que terão de ser confirmadas no próximo fim-de-semana, exigindo-se dos adeptos um apoio reforçado, com a consciência de que nada está decidido. Só com esse espírito poderemos ajudar o cinco leonino a conquistar a vitória final.
Vitória dupla sobre os lampiões

quarta-feira, 25 de maio de 2011

SPORTING 5-2 Boticas - Futsal

Na eliminatória do Play-Off da principal competição de Futsal nacional, pode afirmar-se que o apoio da Curva foi decisivo para ultrapassar um adversário.
Apesar da vitória leonina do primeiro jogo (1-2), o Boticas disputou o jogo com o cinco verde e branco com grande competência. A ilustrar esta realidade, o facto do cinco nortenho ter liderado o marcador por duas ocasiões, situação que seria invertida nos instantes finais da partida para euforia dos adeptos.
Ao longo dos 60 minutos os adeptos verde e brancos ofereceram um apoio impressionante. A Torcida Verde, que durante toda a época tem estado presente no apoio ao Futsal, mais uma vez fez a sua parte com a presença de 40 entusiastas militantes nas bancadas. Mais uma vitória dos adeptos, o maior património do Clube.


segunda-feira, 16 de maio de 2011

Braga 0-1 SPORTING

 Na última jornada da Liga de Futebol, o SCP deslocou-se a Braga num embate que se antevia problemático e que os habituais profetas da desgraça previam um descalabro.
A Torcida Verde com uma mobilização na linha do que sucedeu ao longo de toda a época, afirmou-se com mais uma inequívoca manifestação de fidelidade às cores verde e brancas, apresentando-se na cidade dos arcebispos com um autocarro sobrelotado ao qual se juntaram diversos Tor Ver’s dos Núcleos de Braga, São João da Madeira e Invicta.
As habituais bandeiras e estandartes ajudaram a colorir colorir a Curva Verde e Branca. Nota também para a apresentação da frase "Save Fan Culture!" reeditando o sucedido na jornada com o Vitória de Setúbal, numa iniciativa enquadrada na acção desenvolvida pela FSE (Football Supporters Europe) que tem a aderência da Torcida Verde, assim como de inúmeras outras associações de adeptos e grupos ultras de todos os cantos da Europa.
Um golo madrugador de Djaló (5 min) foi a pedra de toque para o apoio da Curva Sporting ao longo de todo o jogo que catapultou o onze leonino para a reconquista do 3º lugar.
Esta jornada de Braga premiou especialmente os 80 Tor Ver’s presentes na Curva, mas também todos aqueles que ao longo da época nos acompanharam nas dezenas de deslocações e na autoprodução das coreografias, nunca desmobilizando, independentemente dos resultados da bola.
O nosso grande Sporting é muito mais que um clube de Futebol!